Plantas linguarudas - Sansevieria trifasciata

Espada-de-são-jorge
Espada-de-são-jorge
Confesso que tenho uma certa queda para salvar plantas de interior em aflição. Há já alguns anos atrás deparei-me com uma amiga, que ao fazer uma limpeza geral à sua casa, tinha decidido desfazer-se de vários vasos com plantas já em "mau estado". Um desses vasos continha uns espécimes raquíticos e engelhados de Sansevieria Trifasciata, tanto da variedade mais comum, com as suas folhas verde mármore, bem como alguns pés da variedade "Laurentii", cujas folhas verdes têm um rebordo amarelo. A razão para a planta estar a definhar (embora seja das plantas de interior mais resistentes) era óbvia: a terra estava como "pedra" e já não devia ver água há muitos meses. Pois bem, após alguns meses de "cuidados intensivos", nova terra, iluminação e regas adequadas, consegui devolver à vida este exemplar! Atualmente já estão a nascer novas folhas, diretamente do rizoma, logo abaixo da superfície da mistura. Em breve, irei explicar a forma de reprodução destas magníficas plantas, também conhecidas pelos nomes de espada-de-são-jorge ou, o algo antiquado, língua-da-sogra.

Veja também: 

Plantas de interior felizes - Mudando as novas Sanseviérias
Plantas de interior místicas - Sansevieria trifasciata