Plantas de interior felizes - Mudando as novas Sanseviérias

Recordam-se de no meu artigo de 23-06, ter-vos dito que iria passar as sanseviérias bebés para dois novos vasos? Pois bem, peguei então nos quatro pequenos maciços de folhas e passei três deles para um novo vaso, cuja forma retangular é ideal para ter num parapeito de janela. O último dos maciços mantive no vaso original.

Todo este processo, embora feito numa planta extremamente jovem, é de qualquer forma exemplificativo de como se efetuar uma propagação por divisão. Este método de propagação pode ser aplicado a diversas outras espécies de plantas de interior, como por exemplo a Aspidistra elatior, da qual falarei em breve. Fiquem então com um pequeno slide show, que testemunha a passagem das jovens sanseviérias para os seus novos vasos. Espero que gostem e acima de tudo que o considerem instrutivo!

video

Vejam também aqui o meu artigo principal sobre a Sansevieria trifasciata ou espada-de-são-jorge.