Planta-jade ou Crassula ovata - Plantas suculentas

Plantas de interior - Crassula ovata
Planta-jade
A Crassula ovata que podem ver na foto, teve a sua origem numa pequena estaca que retirei de um canteiro abandonado, em Lisboa. O dito canteiro devia ter pertencido a um estabelecimento comercial, que pelo aspecto das instalações, estava fechado há já bastante tempo. 

Nesse canteiro, visivelmente sem rega ou qualquer outro tipo de cuidado há muitos meses, subsistia ainda uma planta-jade, coberta de pó e fuligem dos carros, prova evidente da capacidade de resistência desta planta. 

Originária da África do Sul, é uma das 10 plantas de interior mais fáceis de cuidar. Faz parte do grupo de plantas designadas por "suculentas", plantas essas que têm a capacidade de armazenar água nos seus tecidos. No caso da crássula, a água é armazenada nas suas folhas grossas e carnudas. 

A Crassula ovata da foto, está numa janela virada a oeste, com sol direto durante várias horas da parte da tarde, e dá-se extremamente bem nessa situação. Como está colocada perto de um vidro, por vezes a planta aquece bastante, mas mesmo esse factor não é um problema. Costumo deixar a terra secar bem entre regas. A Crássula é muito fácil de propagar por estaca, aliás, o exemplar que vêem na foto, já deu origem a um "filhote". A seguir, podem ver ambos:

Crassula ovata
Planta "mãe" (ainda muito jovem)

Crassula ovata
Filhote
E assim, a crássula abandonada do canteiro já tem a sua descendência assegurada!